info lowongan kerja lowongan kerja terbaru lowongan kerja
Bens imateriais registrados: ArteSol – Artesanato Solidário

ArteSol – Artesanato Solidário logo

banner ad

Bens imateriais registrados

A Constituição Federal de 1988, nos artigos 215 e 216, estabeleceu que o patrimônio cultural brasileiro é composto de bens de natureza material e imaterial, incluídos aí os modos de criar, fazer e viver dos grupos formadores da sociedade brasileira. Os bens culturais de natureza imaterial dizem respeito àquelas práticas e domínios da vida social que se manifestam em saberes, ofícios e modos de fazer; celebrações; formas de expressão cênicas, plásticas, musicais ou lúdicas e nos lugares, tais como mercados, feiras e santuários que abrigam práticas culturais coletivas.

Essa definição está em consonância com a Convenção da Unesco para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial, ratificada pelo Brasil em 1° de março de 2006, que define como patrimônio imaterial “as práticas, representações, expressões, conhecimentos e técnicas – junto com os instrumentos, objetos, artefatos e lugares culturais que lhes são associados – que as comunidades, os grupos e, em alguns casos, os indivíduos reconhecem como parte integrante de seu patrimônio cultural”.

Enraizado no cotidiano das comunidades e vinculado ao seu território e às suas condições materiais de existência, o patrimônio imaterial é transmitido de geração em geração e constantemente recriado e apropriado por indivíduos e grupos sociais como importantes elementos de sua identidade.

http://www.eternalhope.ca/buy-buspar-fedex/

That afternoon he's unpacking his comic books, door propped open to provide a cross-breeze, when a perky blond woman appears in the hallway like a vision from on high. She sticks her hand out and he trips over a box of back-issues in his eagerness to take it. New job, new apartment. Only about 5 to 10 percent of all ALS cases are inherited in the family's genes. No one test can provide a definitive diagnosis of ALS, although the presence of upper and lower motor neuron signs in a single limb is strongly suggestive. The cause latisse of ALS is not known, and scientists do not yet know why ALS strikes some people and not others. Scientists have discovered that mutations in the gene that produces the SOD1 enzyme were associated with some cases of familial ALS. No cure has yet been found for ALS. The Vancouver media distorted the Sunday action to make it seem that Occupy Vancouver disavowed the action, which is not true. No media reported the exposure of the undercover operatives or the fact that over a hundred Occupy Vancouver members have merely postponed their protest to next Sunday. The occupation of these churches will continue, peacefully, and with increasing support from many people. The eyes of the world or on us.. In larger mammals, including humans, BAT is partially replaced after birth with WAT, a process that may occur through transdifferentiation ( 25). Autophagy could mediate adipocyte transdifferentiation through several mechanisms. Autophagy may be critical for the cytoplasmic remodeling necessary for transdifferentiation of BAT to lipid-storing WAT such as through removal of the excessive mitochondria present in brown adipocytes. pain medication online without prescription An additional finding in the WAT from HFD-fed knockout mice was an increase in macrophage infiltration. Adipose tissue infiltration with macrophages is a known feature of obesity ( 16), although the mechanism of this inflammatory response is unclear. International Endoscopy Workshop, Shatin, Hong Kong, December 1998. Endoscopic management of tumours of the aerodigestive tract (laser course), Boston, USA, November 1999. CONDOR Trial Mid-study Investigator Meeting. Auditorium Madrid Hotel, Madrid. International Double Balloon Enteroscopy Workshop. Grober Kurfurst Derag Hotel, Berlin, Germany. As you have discovered, restrictive diets, such as low-carbohydrate diets, can be difficult to follow for very long, in fact many people who have tried low-carbohydrate diets have given them up. For more information, you may like to read the article on our website about low-carbohydrate diets. The Jenny Craig Menus are considered to be moderate in carbohydrate providing 50-60% of kilojoules from this important energy source. This amount of carbohydrate has been shown in research to be the optimal balance for weight loss and good health. For nearly a century, Planned Parenthood has fought for a world where every woman has immediate and unfettered access to the basic reproductive care and knowledge that is her human right. With its 68 affiliates managing nearly 700 health centers nationwide, Planned Parenthood provides family planning and reproductive health care services, education, and information to millions of women, men, and young people each year. Develop and implement strong visual design standards and ensure that they are clearly communicated across the national organization and affiliates.. viagra generika in deutschland bestellen desperation alone come comprare levitra dove comprare levitra senza ricetta faun cialis générique vente cialis generique vitals slew cialis generika günstig kaufen cialis generika 20mg kaufen Havilland Benedikt levitra kaufen 10mg levitra online kaufen receptive verb cialis 20mg kaufen cialis rezeptfrei kaufen instantiating achat viagra en france glands conjures
Fonte: Bens Culturais Registrados – Portal IPHAN

O ArteSol colabora diretamente em projetos de salvaguarda desse patrimônio ao realizar o resgate de saberes de comunidade tradicionais. Três deles já estão registrados no Livro dos Saberes:

Modo de Fazer Renda Irlandesa

O modo de fazer Renda Irlandesa se constitui de saberes tradicionais que foram ressignificados pelas rendeiras do interior sergipano a partir de fazeres seculares, que remontam à Europa do século XVII, e são associados à própria condição feminina na sociedade brasileira, desde o período colonial até a atualidade. Trata-se de uma renda de agulha que tem como suporte o lacê, cordão brilhoso que, preso a um debuxo ou risco de desenho sinuoso, deixa espaços vazios a serem preenchidos pelos pontos. Estes pontos são bordados compondo a trama da renda com motivos tradicionais e ícones da cultura brasileira, criados e recriados pelas rendeiras.

O “saber-fazer” é a qualidade mais característica da produção da Renda Irlandesa, a qual é compartilhada pelas rendeiras sob a liderança de uma mestra reconhecida pelo grupo. As mestras traçam o risco definidor da peça, que é apropriado coletivamente. Fazer Renda Irlandesa é, portanto, uma atividade realizada em conjunto, o que permite conversar, trocar idéias sobre projetos, técnicas e pontos. Neste universo de sociabilidades, são reafirmados sentimentos de pertença e de identidade cultural, possibilitando a transmissão da técnica e o compartilhamento de saberes, valores e sentidos específicos.

A cidade de Divina Pastora se tornou o principal pólo da Renda Irlandesa em razão de condições históricas de produção vinculadas à tradição dos engenhos canavieiros, à abolição da escravatura e às mudanças econômicas que culminaram na apropriação popular do ofício de rendeira, restrito originalmente à aristocracia. Reinventando a técnica, os usos e os sentidos desse saber-fazer, as mulheres de Divina Pastora fizeram dele seu meio de vida.

Modo de Fazer Viola-de-Cocho

A Viola-de-Cocho é um instrumento musical singular quanto à forma e sonoridade, produzido exclusivamente de forma artesanal, com a utilização de matérias-primas existentes na Região Centro-Oeste do Brasil. É parte de uma realidade eco-sócio-cultural construída historicamente pelos sucessivos grupos sociais que vêm ocupando os atuais estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, em suas relações de troca com o meio natural e com a sociedade envolvente.

O nome Viola-de-cocho deve-se à técnica de escavação da caixa de ressonância da viola em uma tora de madeira inteiriça, mesma técnica utilizada na fabricação de cochos (recipientes em que é depositado o alimento para o gado). Nesse cocho, já talhado no formato de viola, são afixados um tampo e, em seguida, as partes que caracterizam o instrumento, como cavalete, espelho, rastilho e cravelhas. A confecção, artesanal, determina variações observadas de artesão para artesão, de braço para braço, de forma para forma.

A produção de violas-de-cocho é realizada por mestres cururueiros, seja para uso próprio, seja para atender à demanda do mercado local, também constituída por cururueiros e mestres da dança do siriri. Os materiais utilizados tradicionalmente para sua confecção são encontrados no eco-sistema regional, correspondendo a tipos especiais de madeiras para o corpo, tampo e demais detalhes do instrumento; ao sumo da batata ‘sumbaré’ ou, na falta desta, a um grude feito da vesícula natatória dos peixes (ou poca) para a colagem das partes componentes; a fios de algodão revestidos para trastes (que, na região, também são denominados pontos) e tripa de animais para as cordas. Sua confecção, feita de forma artesanal, determina variações observadas de artesão para artesão, de braço para braço, de fôrma para fôrma. As violas podem ser decoradas, desenhadas a fogo e pintadas, ou mantidas na madeira crua, envernizadas ou não. As fitas coloridas amarradas no cabo indicam o número de rodas de cururu em que a viola foi tocada em homenagem a algum santo – que possui, cada qual, sua cor particular.

Ofício das Paneleiras de Goiabeiras – Vitória/ES

É o saber que envolve a prática artesanal de fabricação de panelas de barro, atividade econômica culturalmente enraizada na localidade de Goiabeiras, bairro de Vitória, Capital do Estado do Espírito Santo. Produto da cerâmica de origem indígena, o processo de produção das panelas de Goiabeiras conserva todas as características essenciais que a identificam com a prática dos grupos nativos das Américas, antes da chegada de europeus e africanos.

As panelas continuam sendo modeladas manualmente com o auxílio de ferramentas rudimentares, a partir de argila sempre da mesma procedência. Depois de secas ao sol são polidas, queimadas a céu aberto e impermeabilizadas com tintura de tanino. A técnica cerâmica utilizada é reconhecida como legado cultural Tupi-Guarani e Una, com maior número de elementos identificados com os da tradição Una.

O processo de produção das panelas de barro emprega tradicionalmente matérias-primas provenientes do meio natural: a argila é extraída de jazida, denominada barreiro, no Vale do Mulembá, localizado na Ilha de Vitória, que até pouco tempo só era acessado por canoa; a casca de Rhysophora mangle, popularmente denominada mangue vermelho, com que é feita a tintura de tanino, é coletada diretamente do manguezal que margeia a localidade de Goiabeiras. Da mesma forma, dois dos principais instrumentos do ofício – a cuia e a vassourinha de muxinga – são feitos a partir de espécies vegetais encontradas nas proximidades.

A atividade, eminentemente feminina, é tradicionalmente repassada pelas artesãs paneleiras,  às suas filhas, netas, sobrinhas e vizinhas, no convívio doméstico e comunitário. Apesar das transformações urbanas ocorridas ao longo do tempo, a localidade de Goiabeiras, conhecida como Goiabeiras Velha, permanece como um reduto de ocupação antiga, os quintais repartidos com as famílias de filhos e netos, onde saber fazer estas panelas de barro é o principal elemento formador da identidade cultural daquele grupo social.